Para manter seu colchão sempre em bom estado garantindo a qualidade de seu sono é importante manter cuidados básicos diários, atestando a durabilidade e conforto do seu produto, já que seu investimento pode ser alto e manter a qualidade é uma meta a ser alcançada e atestada.

Um protetor sempre é recomendado, pois além de aumentar sua vida útil, evita possíveis manchas e aumenta a vida útil do produto, já que isola a contaminação, um bom exemplo é a urina, que pode até corroer as moles e a espuma do produto. Dê preferência a protetores impermeáveis caso seu uso seja feito por crianças, idosos ou enfermos, já que existe uma probabilidade maior de haver ocasionais problemas com humidade.

É de imensa importância lembrar que o colchão não deve ser submetido a lavagens ou produtos líquidos não devem ser derramados ou aplicados sobre sua extensão, por isso a importância do protetor, mas caso aconteça um acidente basta o uso de um aspirador de pó ou escova de roupas seca para a higienização do seu colchão quando necessário, dando extrema importância a dica acima, de usar uma capa protetora impermeável, que irá isolar ocasionais líquidos derramados sobre a superfície do colchão.

Mantê-lo por vezes livre de lençóis ou proteções é importante também para sua ventilação, mantenha o hábito desse processo pelo menos 2 vezes por semana, já que segundo a Universidade de Kingston, na Inglaterra, o hábito de arrumar a cama pode causar sérios problemas, mas já que manter o ambiente de descanso sempre arrumado e bonito é uma necessidade, apenas manter esse processo pode ajudar a deixar os ácaros longe do seu local de descanso.

Após a retirada do colchão do plástico protetor, ele deve ser guardado para ocasionais mudanças de residência e deve ser colocado sobre um estrado vazado, sem nenhum outro impedimento entre sua superfície, nem papelão, plástico, isopor, madeira, nada deve bloquear a ventilação do colchão, que além de aumentar sua durabilidade, diminuí ocasionais ácaros ou bactérias oportunistas, que gostam de procriar em ambiente quente, úmido e escuro. Coloca- lo no chão também deve ser evitado a todo custo e a cama ou box onde será deixado sempre deve ser do tamanho exato do colchão, para evitar possíveis deformidades no produto.

Um velho hábito também deve ser evitado, que é colocar o colchão no sol a fim de areja-lo, o sol resseca as células de espuma, que são feitas para se contrair e expandir a medida que o peso vai sendo colocado sobre elas, o sol resseca essas células e com o tempo o colchão vai perdendo qualidade, já que não é mais capaz de fazer este processo e no final temos aquele colchão “ruim”, que não é mais confortável e ocasiona dores nas costas.